Google Earth resolve caso de um homem desaparecido há 22 anos

1 min de leitura
Imagem de: Google Earth resolve caso de um homem desaparecido há 22 anos
Avatar do autor

William Moldt estava ao volante de seu Saturn quando morreu, na madrugada do dia 7 de novembro de 1997. Mas ninguém soube disso até o último dia 29 de agosto, quando, depois de aparecer em uma imagem do Google Earth, o carro foi retirado da lagoa onde afundou, há 22 anos.

“Surpreendentemente, o veículo estava claramente visível em uma foto de satélite do Google Earth da área desde 2007, mas aparentemente ninguém percebeu isso até 2019”, relatou o site Charley Project (banco de dados online americano sobre casos não resolvidos). À época do acidente, as casas na região ainda estavam em construção.

A descoberta aconteceu graças à curiosidade de um ex-morador, que resolveu ver como estava sua antiga vizinhança em Wellington, Flórida. Ao ver a foto da área tirada por um satélite do Google Earth, percebeu algo que se parecia com a silhueta de um carro. Imediatamente, ele entrou em contato com um antigo vizinho, que usou um drone para confirmar a suspeita de que havia mesmo um carro submerso na lagoa atrás do condomínio.

À época do acidente as casas na região ainda estavam em construção. (Fonte: Google Earth/Reprodução)

Avisada, a polícia do condado de Palm Beach tirou da água o veículo já extremamente calcificado, submerso por 22 anos. No interior, foi encontrado um esqueleto. Depois de uma semana, o homem foi identificado como William Moldt, dado como desaparecido em 8 novembro de 1997.

Moldt tinha 40 anos e não voltou para casa após beber alguns drinques em um bar. Seu último contato foi uma ligação para a namorada por volta das 21h30 da noite em que desapareceu, dizendo que chegaria logo em casa. Ele nunca mais foi visto nem tampouco se ouviu falar dele. À época, a polícia abriu um inquérito mas a investigação não avançou, e o caso acabou sendo encerrado.

William Moldt tinha 40 anos quando morreu ao perder o controle do carro e cair em um lago. (Fonte: National Missing Person Directory/Reprodução)

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google Earth resolve caso de um homem desaparecido há 22 anos