Microsoft Office não possuirá licença perpétua no Programa de Uso Doméstico

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft Office não possuirá licença perpétua no Programa de Uso Doméstico
Avatar do autor

A Microsoft não irá mais oferecer licença perpétua do Office 2019 através do Programa de Uso Doméstico (da sigla em inglês HUP). O objetivo da empresa é focar no Office 365, que conta apenas com planos anuais.

Através do HUP, funcionários de empresas parceiras podem adquirir licenças do Office com descontos para usá-las em seus computadores pessoais. Até então, a licença era perpétua, mas, com a mudança, os funcionários podem comprar uma assinatura com 30% de desconto. Desta forma, um ano do Office 365 Personal custará US$ 48,99 (cerca de R$ 195), enquanto uma assinatura semelhante ao Office 365 Home custará US$ 69,99 (cerca de R$ 275).

Mudanças apenas para novas compras

Para aqueles que já adquiriram uma licença perpétua, ela continuará funcionando, pois a mudança será aplicada apenas para as novas assinaturas. Nos casos de funcionários que comprem uma licença e eventualmente parem de trabalhar em uma empresa parceira, eles poderão renovar a assinatura com os mesmo descontos.

Por enquanto, a Microsoft continuará a oferecer licenças perpétuas do Office 2019 para usuários que preferem comprar software ao invés de alugá-lo. No entanto, a empresa vem sinalizando que esse é mais um passo para incentivar os usuários a adquirirem uma assinatura do Office 365.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Microsoft Office não possuirá licença perpétua no Programa de Uso Doméstico