Amazon estaria orientando policiais a obter vídeos de segurança sem mandado

1 min de leitura
Imagem de: Amazon estaria orientando policiais a obter vídeos de segurança sem mandado
Avatar do autor

O site Motherboard publicou uma reportagem que afirma que a Amazon está instruindo a polícia sobre como convencer pessoas a cederem gravações de suas câmeras de vigilância da marca Ring, que pertence à gigante americana, sem a necessidade de apresentar um mandado.

O Motherboard teve acesso a emails onde a Ring fornece informações aos policiais, com as melhores técnicas para que eles consigam os vídeos de segurança, até mesmo com a ajuda de modelos de interação e abordagem.

No “Law Enforcement Neighborhood Portal”, site vinculado à Ring, haveria até um mapa indicando à polícia onde as câmeras ficam localizadas, facilitando, desta forma, a solicitação das gravações. A ideia era de que, mesmo sem um mandado em mãos, os usuários pudessem ceder os vídeos mediante uma simples solicitação por parte dos agentes.

Fonte: Ring/Divulgação

Para completar, o GovTech disse que, caso os policiais não conseguissem as gravações, eles poderiam entrar em contato diretamente com a fabricante. Se o pedido dos policiais fosse feito em até 60 dias após a data da gravação, e as imagens tivessem sido guardadas na nuvem, a Ring providenciaria seu envio.

A Ring se defendeu

Após a publicação da reportagem, a Ring procurou o Engadget para esclarecer as informações. Segundo a empresa, os policiais não têm acesso a câmeras individuais. A empresa envia solicitações para os clientes donos de câmeras que estão dentro de uma área que está sob investigação e, à medida que as autorizações são concedidas, as imagens são repassadas às autoridades.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Amazon estaria orientando policiais a obter vídeos de segurança sem mandado