Compartilhamento particular do Google Fotos não é tão particular assim

1 min de leitura
Imagem de: Compartilhamento particular do Google Fotos não é tão particular assim
Fonte: Google Fotos
Avatar do autor

Google Fotos é um ótimo recurso de armazenamento de imagens na nuvem, com ferramentas que usam inteligência artificial para agrupar fotos e  identificar rostos, por exemplo. Além disso, a plataforma permite o compartilhamento de fotos e álbuns, mas ao que parece, essa função não garante a privacidade que promete.

Isso porque qualquer pessoa que receber o link compartilhável que dá acesso às fotos e vídeos, consegue acessá-los. Não existe na plataforma uma restrição que permita apenas um determinado destinatário abrir o link — assim como acontece no Google Drive.

A vulnerabilidade foi exposta pelo pesquisador Robert Wiblin, que alertou que caso o link de compartilhamento de imagem seja enviado a pessoas erradas ou divulgado para terceiros, não é possível restringir o acesso aos arquivos.

Ciente disso, a Google deixa um aviso em seu site dizendo que “qualquer um que tenha o link compartilhado poderá ver o álbum”.

Dupla segurança

Para quem quer compartilhar suas fotos e vídeos sem o risco de o acesso acabar em mãos erradas, uma saída seria criar uma pasta no Google Drive para fazer o compartilhamento, uma vez que esta plataforma permite o direcionamento do link de compartilhamento.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Compartilhamento particular do Google Fotos não é tão particular assim