Sistema Google Fuchsia ganha suporte ao Snapdragon 835

1 min de leitura
Imagem de: Sistema Google Fuchsia ganha suporte ao Snapdragon 835
Avatar do autor

O sistema operacional Fuchsia, desenvolvido pelo Google, recebeu suporte a mais um processador utilizado em dispositivos móveis. Agora ele também é compatível com o Snapdragon 835, chipset utilizado em celulares como Xiaomi Mi 6 e Pixel 2.

Antes dessa atualização, o Fuchsia funcionava apenas de forma não oficial em alguns aparelhos equipados com o Snapdragon 845 e o Kirin 970 da Huawei. Além de ainda não estar pronto para ser testado publicamente, o Google justifica o segredo ao afirmar que o sistema está sendo desenvolvido com foco em equipamentos de Internet das Coisas, como vestíveis e displays inteligentes.

Os detalhes sobre o suporte ao Snapdragon 835 aparecem em um commit publicado por um desenvolvedor que também é responsável por manter o suporte a outros aparelhos, como como o Google Nest Hub. De acordo com esse documento, o Fuchsia seria capaz de rodar em um dispositivo com o chipset da Qualcomm e 4 GB de RAM.

FuchsiaCommit do Fuchsia com suporte ao Snapdragon 835. (Fonte: 9to5Google/Reprodução)

Apesar disso, a companhia não quer que as pessoas pensem no novo sistema como um futuro substituto do Android. Durante uma participação em um podcast do The Verge, o chefe das divisões responsáveis pelo Android e pelo Chrome comentou que o Fuchsia não deve ser visto como um novo Android ou Chrome OS.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Sistema Google Fuchsia ganha suporte ao Snapdragon 835