Google Lens agora identifica artistas e obras de arte regionais

1 min de leitura
Imagem de: Google Lens agora identifica artistas e obras de arte regionais
Avatar do autor

O Google Lens, recurso de "leitura" do que está em foco na câmera e que é embutido em aparelhos e serviços da empresa, ganhou uma novidade interessante para quem gosta de arte e de explorar cidades.

A partir de agora, é possível identificar obras de arte locais, como grafites, murais, outros formatos de arte urbana e até quadros menos conhecidos. A iniciativa é uma parceria com a Wescover, uma instituição que mantém um catálogo digital de arte.

Para ativar a função, é só apontar a câmera do Android ou iOS para a arte (ou acessar uma foto na galeria) e ativar o ícone do Google Lens. As informações obtidas incluem dados sobre o artista, exemplos de criações similares e até a possibilidade de entrar em contato com o responsável, caso você seja um empresário, colecionador ou apenas um fã interessado no trabalho.

O objetivo é não só tirar dúvidas e aumentar o conhecimento de moradores locais ou turistas mas também dar o merecido crédito aos artistas.

Por enquanto, o projeto da Wescover funciona apenas em San Francisco e depende da base interna da empresa, que tem um catálogo com cerca de 5 mil artistas e companhias. Ele funciona tanto em galerias e museus de arte moderna ou contemporânea quanto em restaurantes, por exemplo.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google Lens agora identifica artistas e obras de arte regionais