Imagem de: Itaú começa a liberar carteira digital iti em versão Beta no Android
Fonte: Itaú Unibanco/Divulgação

Itaú começa a liberar carteira digital iti em versão Beta no Android

1 min de leitura
Avatar do autor

A instituição financeira Itaú Unibanco anunciou o lançamento da versão Beta da carteira digital iti, apresentada em maio deste ano. A novidade está disponível por meio de convites, e os interessados podem entrar na lista de espera por meio deste site. Por enquanto, os testes estão acontecendo somente no Android.

O Itaú pretende expandir a base de usuários do iti com o tempo, então a liberação limitada visa encontrar eventuais bugs na plataforma, além de aprimorar os serviços da carteira digital. Quem quiser conhecer o app em primeira mão já pode baixá-lo na Play Store por meio deste link, mas somente quem receber o convite da empresa poderá usufruir dos serviços da iniciativa.

Seguindo os padrões de aplicativos como o PicPay e de serviços bancários como o Nubank, o iti pretende ser uma nova plataforma para pagamentos via smartphone. O Itaú quer que a novidade seja utilizada tanto por consumidores quanto por empresários e promete oferecer benefícios para os dois lados. Seu objetivo é facilitar a transferência de dinheiro entre contas, processo que pode ser feito por meio de QR Code ou até mesmo com a criação de boletos.

(Fonte: Itaú Unibanco/Divulgação)

Segundo os desenvolvedores, todas as transferências entre usuários serão gratuitas e poderão ser feitas a qualquer hora ou dia da semana. Outro ponto importante da estratégia da carteira digital iti é a independência do Itaú: o usuário não precisa ter uma conta na instituição financeira e pode cadastrar cartões de crédito de outros bancos para fazer pagamentos.

Para quem é empresário independente, o serviço também oferece vantagens, segundo a página na Play Store: a taxa de transações é de 1%, inclusive no crédito, com recebimento no mesmo dia e sem tarifa de antecipação. Além disso, o Itaú Unibanco destaca que o serviço não precisa de maquininha de cartão e não cobra mensalidade para uso. Para que tudo isso seja possível, porém, é necessário que os clientes adotem a plataforma.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Itaú começa a liberar carteira digital iti em versão Beta no Android