Imagem de: Xiaomi responde acusações de que Mimoji seria plágio do Memoji
Fonte: Xiaomi/Divulgação

Xiaomi responde acusações de que Mimoji seria plágio do Memoji

1 min de leitura
Avatar do autor

Na semana passada, a Xiaomi anunciou que lançaria uma versão renovada do Mimoji juntamente com seu novo smartphone Mi CC9. Essa ferramenta permite que você crie um emoji personalizado capaz de repetir os movimentos do seu rosto em vídeos curtos que podem ser compartilhados com outras pessoas. Mas o anúncio não foi bem recebido na China, onde muitos blogueiros, de acordo com o Gizmochina, acusaram a Xiaomi de plágio.

Os comentários afirmavam que o novo visual do Mimoji é praticamente idêntico ao do Memoji da Apple. Uma imagem publicada na rede social chinesa Weibo e reproduzida pelo Gizmochina compara as “carinhas” usadas para promover ambas as ferramentas e deixa bem clara a semelhança entre as duas.

Mimoji e Animoji.Imagem publicada em rede social compara Animoji da Apple (esquerda) com Mimoji da Xiaomi (direita).Fonte: Gizmochina/Reprodução

Em resposta, a Xiaomi disse que lançou o Mimoji em maio de 2018, cerca de 1 mês antes de a Apple renomear sua ferramenta – antes conhecida como Animoji – para Memoji. Para Xu Jienyun, diretor de relações públicas na Xiaomi, a lógica de funcionamento dos dois produtos é muito diferente e a semelhança entre os nomes existe apenas pelo fato de ambos serem baseados na palavra emoji.

Ainda de acordo com o Gizmochina, o comunicado da Xiaomi, publicado originalmente em chinês, pede que os críticos apresentem provas do suposto plágio e ameaça tomar ações legais contra quem continuar compartilhando essas informações.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Xiaomi responde acusações de que Mimoji seria plágio do Memoji