“Stories” do WhatsApp testa compartilhamento com Facebook e Instagram

2 min de leitura
Imagem de: “Stories” do WhatsApp testa compartilhamento com Facebook e Instagram
Avatar do autor

Compartilhar postagens, tantos as fixas quanto as efêmeras, entre múltiplas plataformas vem se tornando algo comum — e isso acontece com mais frequência entre o Instagram e o Facebook, já que muita gente tem contas integradas entre as duas plataformas. Agora, esse ecossistema e até outros aplicativos devem ganhar a companhia do WhatsApp, com uma funcionalidade semelhante.

O teste já está disponível para os usuários que fazem parte do programa beta do mensageiro para Android e permite que suas gravações do “Status” (o equivalente ao “Stories”) possam ser enviadas para o Instagram, o Facebook, o Gmail e o Google Fotos a partir de um botão dedicado.

Whatsapp diz que não vincula contas para realizar esse compartilhamento

É claro que, ao falar da rede social de Mark Zuckerberg, muitas questões sobre privacidade e segurança vêm à tona. A própria empresa confirmou ao The Verge essa novidade e já adiantou que não vincula as contas e apenas usa as mesmas aplicações de compartilhamentos de dados do iOS e do Android para todos os outros utilitários — ou seja, o processo é feito no próprio dispositivo e conta com as medidas de segurança e encriptação dos aparelhos e do WhatsApp.

whatsappFonte: WhatsApp/The Verge/Reprodução

Assim, mesmo se você envie os para o Facebook ou o Instagram, os posts são considerados eventos separados no sistema da companhia. Além disso, não há opção automática para essa ação e o recurso precisa da ativação manual do usuário.

WhatsApp, Facebook e Instagram juntos e shallow now

Esse experimento é uma clara amostra dos esforços que Mark Zuckerberg vem realizando para integrar mensagens enviadas entre o Facebook Messenger, o WhatsApp e o Instagram — algo que o CEO vem comentando desde o início do ano.

A ideia até soa interessante em termos de praticidade e agilidade, mas vale aí o lembrete do The Verge sobre os cuidados necessários ao criar uma rede de compartilhamento de dados — ainda mais quando o Facebook está envolvido.

Não há previsão de lançamento oficial da ferramenta para todos os usuários

Além do caso Cambridge Analytica, a rede social foi invadida algumas vezes no ano passado e a companhia descumpriu a promessa de que o WhatsApp funcionaria “de forma autônoma e independente”, quando o Facebook comprou o mensageiro, em 2014. Aliás, em 2017, a empresa foi multada pela Comissão Europeia em US$ 122 milhões justamente porque em 2016 começou a compartilhar os dados de uma plataforma para outra.

Ainda não há previsão de quando essa ferramenta deva ser efetivada — e ser realmente será — para distribuição a todos os usuários.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
“Stories” do WhatsApp testa compartilhamento com Facebook e Instagram