Esse é literalmente o fim da linha para o Google Trips, o assistente de viagens da Google. O anúncio feito pela empresa indica que o app não terá mais suporte a partir de 5 de agosto de 2019, então dados, reservas e notas salvos na plataforma poderão ser baixados até essa data.

Os usuários que utilizavam os recursos poderão migrar para o Google Maps, que vem ganhando mais funções de exploração: locais marcados no mapa do Trips estão disponíveis no menu "Seus Lugares" do assistente de navegação.

Google Viagens

O mais novo membro da família, o Google Viagens foi lançado em 14 de maio e é uma opção para ajudar no planejamento de passeios. A ideia da companhia é que o novo produto reúna as funções do Trips, do Google Voos e a busca por hotéis, tornando a experiência turística mais completa e a pesquisa, mais simples.

O fim do Google Trips até faz sentido, no entanto, ainda não há um aplicativo próprio para substitui-lo, e os dados da viagem têm de ser acessados via página na web, o que é um retrocesso considerável para quem estava acostumado a contar com as informações reunidas em um só local e disponíveis offline.

A conveniência de ter dados coletados diretamente da conta do e-mail para um hub de viagens facilita, e muito, a vida de quem viaja constantemente ou apenas gosta de organizar as informações importantes daquelas sonhadas férias.

Para os órfãos do Trips, há opções similares no mercado, como os apps Kayak e TripIt.

Cupons de desconto TecMundo: