Tinder adiciona orientação sexual como opção no perfil

1 min de leitura
Imagem de: Tinder adiciona orientação sexual como opção no perfil
Avatar do autor

O aplicativo de paquera Tinder agora permite que os usuários adicionem a orientação sexual delas ao perfil, além de fornecer uma opção para que o algoritmo dê prioridade a pessoas com a mesma orientação. A novidade foi criada em parceria com a GLAAD (em português, Aliança de Gays e Lésbicas contra a Difamação), organização dos Estados Unidos que monitora a representatividade de pessoas LGBT nos meios de comunicação.

Para adicionar a informação, basta editar o seu perfil e procurar pelo campo “Orientação”. Nove opções estarão disponíveis inicialmente: heterossexual, gay, lésbica, bissexual, assexual, demissexual, pansexual, queer e ‘questioning’. É possível escolher até três termos diferentes e decidir se eles irão aparecer ou não para as outras pessoas, além de somar isso à opção de dizer se você é transgênero.

A função está sendo lançada para usuários do Tinder nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Índia, Austrália e Nova Zelândia. Não há informações sobre uma possível chegada ao Brasil, mas nós entramos em contato com a assessoria do aplicativo e vamos atualizar esta notícia quando obtivermos uma resposta.

Atualização às 13h50: Em contato com o TecMundo, o Tinder afirmou que está fazendo a mudança de forma controlada para oferecer a melhor experiência possível no app. "Esperamos expandir essa atualização para outros mercados nos próximos meses", disse a empresa.

Esperamos expandir essa atualização para outros mercados nos próximos meses.  

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Tinder adiciona orientação sexual como opção no perfil