Microsoft reforça: atualize o Windows para não cair em novo ataque hacker

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft reforça: atualize o Windows para não cair em novo ataque hacker
Avatar do autor

A Microsoft voltou a alertar os consumidores a respeito de um novo golpe no mercado — e retomou o bom e velho aviso de que usuários com versões antigas do sistema operacional Windows devem atualizá-las o mais rápido possível.

Em uma postagem no blog interno Technet, a empresa comentou a vulnerabilidade CVE-2019-0708, que acontece no Remote Desktop Services e foi divulgada há cerca de duas semanas. Na publicação, ela confirma a existência da brecha e a possibilidade de ela ser utilizada para espalhar worms por redes inteiras — e o cenário é ainda mais aterrador se essas máquinas não tiverem a versão mais recente do sistema operacional com os últimos pacotes de segurança, já que isso amplia as possibilidades de invasão.

A empresa ainda confirmou que o número de um milhão de máquinas ainda desatualizadas, que foi divulgado em um relatório recente, está mesmo próximo da realidade.

Sem situações mais graves

Uma boa notícia? Duas semanas após o lançamento da atualização, nenhum sinal de ataque disseminado foi detectado — sendo que a pior hipótese é algo parecido com o WannaCry, o ataque que parou o mundo em 2017. O risco ainda existe e variações ainda podem aparecer. "É possível que não vejamos essa vulnerabilidade sendo incorporada a um malware, mas essa não é a forma correta de apostar", diz o diretor de resposta a incidentes da Microsoft, Simon Pope.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft reforça: atualize o Windows para não cair em novo ataque hacker