Apex Legends, o game de battle royale da Respawn Entertainment, teve um início arrebatador, mas não conseguiu manter a mesma pegada por muito tempo. O título atingiu cerca de 50 milhões de jogadores em seu primeiro mês no mercado e chegou a alcançar pico de 350 mil espectadores simultâneos no Twitch, mas este número caiu para apenas cerca de 30 mil durante a semana passada. Como se não bastasse, as buscas pelo Google também mostram grande declínio.

Especialistas explicam que grande parte dos streamers e influenciadores digitais estão voltando para Fortnite, daí a justificativa para apenas dois dos 10 canais de streaming mais populares do Twitch continuarem a jogar Apex Legends no momento.

 
Fonte: Stream Elements

Essa explosão pode ser explicada por dois fatores: um deles pode ter sido o fato de o jogo ter sido anunciado e lançado de surpresa pela EA em fevereiro; o outro, pode ser explicado pelo marketing utilizado, uma vez que a EA pagou para alguns influenciadores digitais jogarem no Twitch. Há rumores de que o streamer Ninga chegou a receber UU$ 1 milhão para jogar Apex Legends no lançamento.

Será que Apex Legends chegará aos pés de Fortnite?

Levando em consideração que o crescimento não foi orgânico, mas ocorreu pelos dois fatores já citados, infelizmente a EA não parece ser capaz de manter a poupularidade do jogo, pois ele já deixou de ser novidade e o alto investimento inicial em marketing foi reduzido. Especialistas da empresa de análise de mercado Seeking Alpha ressaltaram que Apex está supervalorizado e que, mesmo sendo um jogo de battle royale bem-sucedido, não atingirá os níveis de Fortnite.

Embora Apex tenha tido um início forte, é notável que após que os streamers pararam de jogar ou pararam de transmitir Apex, o interesse caiu drasticamente em meio ao público. Já pensando pelo lado financeiro, muitos investidores estão sendo alertados para não comprar ações da EA na esperança de que Apex Legends brigue com Fortnite.  

Fonte: Stream Elements

Além da Seeking Alpha, a WY Capital também considerou o jogo supervalorizado, mas ressaltou que é difícil determinar com precisão o seu valor em relação ao principal concorrente porque Fortnite é produto de uma empresa privada, enquanto a EA é uma empresa de capital aberto.

Apex Legends vs Fortnite

Algo que deixou a desejar de acordo com os fãs de Apex foi que a EA não conseguiu produzir conteúdo novo em tempo para manter o público engajado, enquanto o concorrente Fortnite tem muito mais atração e é atualizado regularmente com novos conteúdos e eventos — o último recebe pelo menos uma nova arma, veículo ou item por semana. Já Apex, só teve apenas uma nova arma e um novo personagem desde o lançamento em fevereiro.

Apex Legends atualmente está disponível para PC, Xbox One e PS4.