Homem x Máquina: jovem indiano vence IA da IBM em competição de debate

2 min de leitura
Imagem de: Homem x Máquina: jovem indiano vence IA da IBM em competição de debate
Fonte: IBM
Avatar do autor

A disputa entre a mente humana e sistemas digitais autônomos é algo que fascina os cientistas há muito tempo e nas últimas décadas isso vem sendo posto à prova com a chegada de novas tecnologias.

Competição “homem versus máquina” aconteceu na conferência IBM Think, em São Francisco, na segunda-feira (11)

Em 1986, a IBM criou um programa capaz de vencer pela primeira vez um grande mestre de xadrez. Em 2011, o supercomputador Watson superou dois recordistas do game-show Jeopardy!; e mais recentemente o AlphaGo, da Alphabet, provou que uma inteligência artificial (IA) pode se dar bem em um jogo milenar tão complexo quanto o Go.

Agora, a IBM tenta ir mais longe, com o seu Project Debater, que tenta simular a criatividade e persuasão de um ser humano em uma argumentação. Depois de treinar dezenas de vezes em vários debates, a máquina chegou a rivalizar com duas pessoas — ela venceu uma vez e perdeu em outra.

IBMO monolito que representa a Miss Debater, do Project Debater. Fonte: CNet

Na segunda-feira (11), o Project Debater enfrentou um peso-pesado: o jovem indiano Harish Natarajan, de 31 anos, o grande finalista do 1016 World Debating Championships. O evento contou com presença de centenas de jornalistas, especialistas do setor de tecnologia e engenheiros de software com o seguinte tópico: “devemos subsidiar pré-escolas”.

IA foi derrotada mas tem futuro comercial promissor

“Ouvi dizer que você detém o recorde mundial de competição de debates contra humanos, mas suspeito que nunca tenha debatido com uma máquina. Bem-vindo ao futuro”, disse a IA do Project Debater, ao se apresentar à Natarajan.

A maior vantagem do ser humano continua sendo sua habilidade de se expressar com emoções

Ambos tiveram 15 minutos para desenvolver seus argumentos e em seguida tiveram 4 minutos de discurso, mais 4 minutos de réplica e outros minutos para finalizar com um resumo. Mesmo com as reflexões obtidas com 10 bilhões de frases de notícias, citações de políticos e artigos de revistas científicas, a máquina sucumbiu ao homem. Ficou bem claro que a maior vantagem do ser humano é a habilidade de se expressar com emoção, impondo tom, inflexão, ritmo e pausas para influenciar o público.

IBMFonte: CNet

Agora, o Project Debater será atualizado. O criador da IA,  Noam Slonim, e os pesquisadores Ranit Aharonov e Talia Gershon, agora vão explorar outras aplicações para essa tecnologia, como ajudar advogados a analisar milhares de processos judiciais para formar argumentos ou ajudar as crianças a desenvolver habilidades de pensamento crítico.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Homem x Máquina: jovem indiano vence IA da IBM em competição de debate