Segundo um relatório produzido pela empresa Trend Micro, mais de 9 milhões de usuários da plataforma Android instalaram aplicativos que não faziam muita coisa além de mostrar anúncios. Na verdade, estes apps de adware se apresentavam na Google Play como jogos e simuladores de controles remotos, e mostravam diversos tipos de anúncios: alguns na tela cheia, outros mais escondidos e até mesmo propagandas que ficavam rodando em segundo plano.

Após a publicação do relatório, a Google tratou de suspender os 85 aplicativos do gênero. Porém, antes disso, os redatores da empresa testaram alguns deles, e o resultado foi surpreendente: acontece que, ao abrir um deles, um anúncio logo era exibido na tela inteira. Depois de fechá-lo, a próxima tela mostrava alguns botões que, ao serem pressionados, mostravam outro anúncio de tela cheia. Isso se repetia na tela seguinte. Os pesquisadores descobriram que estes anúncios geravam dinheiro para seus desenvolvedores.

 

Depois de alguns segundos, o app fechava automaticamente e seu ícone desaparecia da lista de aplicativos do smartphone ou tablet. Contudo, mesmo que o app parecesse estar oculto, anúncios de tela cheia ainda apareciam no dispositivo do usuário de tempos em tempos - principalmente ao desbloquear a tela. Assim, ficava um pouco difícil até mesmo para desinstalar estes aplicativos.

Um app que era exibido como um suposto controle universal de televisão também apresentava problemas. Apesar dos 5 milhões de downloads, os comentários não mostravam avaliações muito boas: um usuário chegou a comentar que tentou instalar o app duas vezes, e em ambas ele funcionava apenas até mostrar a tela de avaliação. Depois, ele sumia e continuava parecendo estar instalado.

Cupons de desconto TecMundo: