O WhatsApp começou a circular comerciais educativos em todos os grandes canais de TV indianos para combater Fake News no país. A Índia conta com a maior comunidade de usuários do mensageiro no mundo e abriga também sérios exemplos de como notícias falsas podem ser perigosas. Várias pessoas já foram linchadas ou espancadas no país por conta de rumores divulgados no WhatsApp.

Depois desses casos, o governo indiano começou a pressionar o mensageiro para que tomasse providências sobre a disseminação Fake News em sua plataforma. Há poucos meses, um executivo do WhatsApp começou a liderar um novo escritório do mensageiro no país e, agora, três comerciais educativos começaram a passar na TV local.

Os vídeos que você confere a seguir em inglês foram produzidos também em 10 idiomas locais diferentes para atingir toda a população do país. A ideia é conscientizar os usuários de que compartilhar mensagens duvidosas, rumores e mentiras pode ser perigoso.

Em uma das situações, uma garota cozinheira repreende uma senhora mais velha que não acredita que compartilhar rumores seja um problema. Em outro vídeo, um rapaz administrador de um grupo de alunos da faculdade fala pessoalmente com um dos integrantes sobre um compartilhamento de rumor e, no terceiro clipe, outra garota fala com seu tio ao telefone sobre o mesmo assunto.

Além da campanha educativa, o WhatsApp também limitou o compartilhamento em massa para no máximo 20 pessoas ao mesmo tempo e tem tomado outras medidas como a sinalização de mensagens encaminhadas.

Você acha que o WhatsApp deveria tomar medidas mais drásticas contra notícias falsas ou esse tipo de limitações e campanhas educativas podem funcionar melhor? Deixe sua opinião na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: