A Google não incluirá na próxima versão do Chrome um recurso que silencia automaticamente qualquer aba com reprodução de som automática. A novidade, apresentada no Chrome 66 e depois removida graças à reação negativa por parte do público, chegaria novamente no Chrome 70, mas foi adiada outra vez.

A parte positiva de silenciar abas com sites que emitem som automaticamente é óbvia, mas a parte negativa nem tanto, então, qual é o problema?

Tal recurso foi criticado por usuários e desenvolvedores porque prejudicava a experiência em jogos online e outras páginas interativas acessíveis a partir do navegador. Isso acontece por que ele utiliza a Web Audio API para identificar quando qualquer página emite som de forma automática e não diferencia sites com música para “incomodar” com páginas cujo áudio faz parte da experiência e a sua reprodução  é esperado pelos visitantes.

Chrome não terá função de silenciar automaticamente em todos os sites com reprodução automática de áudio até dezembro de 2018

Dessa maneira, a chegada do bloqueio foi adiada e o novo recurso não estará disponivel ao menos até a versão 71 do navegador, programada para ser distribuída ao público em dezembro de 2018. O Chrome 70 chega ainda em outubro.

A informação foi confirmada pela diretora de comunicações da Google Ivy Choi em conversa com o site The Verge. Para evitar que tal medida seja um fator de desencorajamento para desenvolvedores de jogos, a executiva afirma que o impacto para esse tipo de conteúdo será reduzido quando o bloqueio automático do áudio chegar.

Resta saber se isso será o suficiente. Segundo o site W3Schols.com, o Chrome é usado atualmente por 79,6% das pessoas que acessam a internet em todo o mundo.

Cupons de desconto TecMundo: