De tempos em tempos, um segundo é adicionado aos nossos relógios, e o motivo é a rotação cada vez mais lenta do planeta Terra. A correção com segundos extras serve para manter os ciclos de tempo de 24 horas exatos, com os quais estamos habituados a organizar nossas vidas. No entanto, essas alterações são feitas automaticamente apenas nos relógios conectados à internet. Com isso em mente, a Microsoft anunciou a nova função do Windows 10.

Chamada de Precision Time Protocol (PTP), ela evita a perda de sincronização do computador com a hora exata. Quando ativada, poderá agregar o segundo extra em caso de identificação de atraso da UTC, com relação ao relógio atômico, mesmo offline. A função estará disponível junto à já usada NTP (Network Time Protocol) e, com ambas, teremos a medida de tempo mais precisa possível, com margem de erro menor que 100 microssegundos.

O padrão para a contagem de tempo vem da UTC (Universal Time Coordinate). Ela, por sua vez, tem base no relógio atômico, que calcula o tempo a partir de transições eletromagnéticas, em átomos de césio. Essas transições são totalmente confiáveis, o que torna esse o relógio mais correto do mundo. O aparelho determina com precisão a duração de segundos, minutos, horas e dias.  

Cupons de desconto TecMundo: