Em 2014, o Snapchat lançava um serviço bem inovador para a época: Snapcash. Trata-se de um recurso que permitia a transferência de dinheiro para amigos direto da conta, utilizando apenas um cartão de débito. O recurso esteve disponível para usuários tanto do Android quanto do iOS.

Porém, de acordo com o portal TechCrunch, o Snapcash será descontinuado pela empresa no dia 30 de agosto. No comunicado fornecido pela empresa, é mencionado que este foi o primeiro produto criado em parceria com outra companhia - que, no caso, era a Square. Mesmo com a falta do recurso de pagamento, ainda há várias coisas interessantes disponíveis para o app: os Snapchat Spectacles, gadgets para a gravação de vídeos, podem ser comprados em lojas e, ainda, há também o Lens Explorer para descobrir novas lentes do app.

 

Como você deve ter percebido, não foram mencionados motivos específicos para o cancelamento do Snapcash. Contudo, é só analisar o contexto atual que um bom palpite vem em mente: a concorrência teve influência nisso, já que quando foi lançado, o Snapcash era um dos únicos serviços do tipo. O problema é que, atualmente, há diversos apps que fazem transferências de dinheiro, como apps da Apple, Google, Facebook e até mesmo os de desenvolvedores nacionais. Assim, fica fácil entender por que seria difícil de o Snapchat manter um serviço de transferência de dinheiro com tantos concorrentes disponíveis por aí.

Outro problema foi o uso que a ferramenta acabou adquirindo; afinal, o Snapchat é conhecido justamente pela sua função principal, que é destruir o conteúdo após algum tempo sem deixar rastros, certo? Pois bem, imagine este recurso sendo adicionada aos pagamentos – e, se você em usos um pouco diferentes do proposto, acertou. O resultado disso tudo foi, no fim das contas, usuários vendendo imagens íntimas no app, e solicitando valores em troca.