A liberação da versão Beta do MacOs Mojave, que possui previsão de lançamento da versão final para a primavera de 2018, mostrou que muitas novidades estão a caminho. O agrupamento de arquivos em pilhas, o modo escuro e uma nova forma de salvar capturas de telas estão entre as principais funções que a nova versão tornará disponível.

O Finder, programa padrão para gerenciamento de arquivos, também traz melhorias significativas. Veja abaixo três das principais mudanças:

1. Visualização de galeria

O novo modo de visualização da galeria veio para substituir o conhecido cover flow. Assim como no formato antigo, também é mostrada uma visualização prévia do arquivo selecionado.

A mudança faz um melhor uso do Finder, tornando mais fácil alternar entre os arquivos mostrados. Um ponto positivo foi que, em vez de uma lista vertical, agora é mostrada uma série de thumbnails na horizontal, aproveitando muito mais o espaço de tela.

2. Metadados sempre à mão

O painel de navegação continua sendo mostrado do lado esquerdo do Finder, mas agora, quando você seleciona um arquivo, surge do lado direito outro painel em que são mostrados os metadados existentes.

Inicialmente, a função é bem interessante para fotos. Caso você deseje, é possível esconder a exibição dos dados, porém isso não fará com que a pré-visualização de imagens fique maior.

3. Botões de ações rápidas

Essa talvez seja a novidade mais relevante do Finder na nova versão do MacOs. Ao selecionar arquivos, surgem botões abaixo do painel onde são mostrados os metadados, com funções rápidas que podem ser executadas diretamente no navegador.

Por exemplo, ao selecionar um arquivo de imagem aparecem três botões: um para rotacionar a imagem sem necessidade de abrir o arquivo; outro para fazer marcações na foto, com opção de salvar a versão editada em um novo arquivo; e o último, para ter acesso a outras funções, como a criação de um arquivo PDF da foto. É possível também personalizar os botões que aparecem no menu.

Cupons de desconto TecMundo: