Atualização às 17h20: De acordo com o site SlashGear, a Amazon confirmou o incidente, embora não tenha dado detalhes sobre o ocorrido.  “A Amazon leva a privacidade muito a sério. Nós investigamos o que aconteceu e determinamos que foi uma ocorrência extremamente rara. Estamos tomando medidas para evitar que isso aconteça no futuro”, disse um porta-voz da companhia. Leia abaixo a notícia original.

Uma família que vive na cidade de Portland, nos Estados Unidos, afirma que um de seus dispositivos equipados com a assistente Alexa, da Amazon, gravou uma conversa privada e a enviou para um contato, sem o consentimento dos envolvidos. As informações são de uma rede de notícias local.

A família diz que tem vários produtos da Amazon espalhados por toda a casa e os utiliza para controlar as luzes, o sistema de segurança e o termostato da residência. Acontece que, um dia, um dos contatos de trabalho de um deles ligou afirmando ter recebido um áudio dos membros da família conversando sobre pavimentos para o piso.

Um contato de trabalho ligou afirmando ter recebido um áudio dos membros da família conversando.

Danielle, a pessoa da família que falou com a imprensa sem utilizar o sobrenome, diz que todos os dispositivos estão deligados da tomada desde então. “Eu me senti invadida. Nunca mais vou ligar aquele aparelho de novo porque não posso confiar nele”, disse. Ela disse ainda que falou com um engenheiro da Amazon, que teria pedido desculpas diversas vezes e confirmado a existência de um problema.

Como a Amazon ainda não comentou oficialmente o caso, é difícil saber o que pode ter causado a falha. Uma possibilidade é que a Alexa tenha confundido algum comentário feito durante a conversa como um pedido de ligação para o contato. Mas a gravação também pode ter acontecido por algum problema do software da empresa, o que resultaria em um problema bem mais sério para a Amazon.