O governo federal decidiu unificar a compra de SMS e vai adquirir, por ano, 255 milhões de mensagens de texto para 57 órgãos diferentes da administração pública. O modelo de aquisição ainda será definido por meio de consulta pública e a ideia é conseguir reduzir ao máximo o custo com esse tipo de comunicação.

De acordo com o Ministério do Planejamento, responsável pela definição da forma de contratação do serviço, o SMS “vem sendo amplamente utilizado na comunicação entre a administração pública e o cidadão”, apresentando vantagens em relação a outros meios digitais. Segundo a pasta, o SMS é mais ágil do que o email, por exemplo, que pode levar dias até ser visualizado pelo destinatário.

A estimativa é de que serão utilizadas 255.645.514 mensagens por ano. Para contratar o serviço, o modelo favorito do Ministério do Planejamento é o Sistema de Registro de Preço, modalidade que simplifica o processo de aquisição e permite a adesão de outros órgãos. Além da consulta pública, o governo realizará no próximo dia 4 uma reunião presencial aberta em Brasília.