Você sabe o que são bots? São programas feitos para realizar atividades automaticamente, geralmente simples e repetitivas. Sabe quando você envia uma mensagem para o inbox de uma página do Facebook ou no Twitter de algum negócio ou estabelecimento e recebe um atendimento autônomo, geralmente feito para tirar dúvidas mais frequentes? É exatamente isso.

Foi pensando em não deixar dúvidas sobre quando vamos ser atendidos por um bot que foi criado o PegaBot

Esses programas às vezes podem usar inteligência artificial para interagir de maneira mais natural com o usuário, de modo que, às vezes, não dá nem para perceber que estamos conversando, na verdade, com uma máquina.

De olho neles

Foi pensando em não deixar dúvidas sobre quando vamos ser atendidos por um bot que foi criado o PegaBot, um serviço que verifica um perfil nas redes sociais e fornece uma informação em formato de pontos de acordo com a probabilidade daquele atendimento ser feito por um software programado. Tudo isso porque os bots podem não ser sempre tão inofensivos e prestativos assim, mas acabam sendo uma ferramenta para o envio de spam e para o roubo de dados pessoais dos usuários.

Por enquanto, o serviço funciona apenas no Twitter

Pior ainda, bots podem ser usados para roubar dados de cartão de crédito, informações bancárias e até criar notícias falsas – as famosas fake news – que podem ser determinantes na formação da opinião das pessoas. Esses bots maliciosos têm aparecido cada vez mais e com o PegaBot é possível ter uma ideia melhor do que pode ou não ser perigoso para o usuário.

aTeste feito no Twitter do TecMundo: não, não usamos nenhum bot!

Made in Brazil

O PegaBot foi desenvolvido por uma parceria entre o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro e o Instituto Equidade & Tecnologia e entrou no ar em março de 2018. Por enquanto, o serviço funciona apenas no Twitter, pois outras plataformas, como o Facebook e o WhatsApp, impõem barreiras mais complicadas à API do programa, porém, a ideia é que em breve o serviço também possa ser usado em outras redes sociais e apps de comunicação.

Usando machine learning, o PegaBot vai sendo aperfeiçoado mais e mais na hora de analisar as interações e definir se um perfil usa ou não bots para comunicação com os usuários, portanto, alguns resultados ainda não são tão precisos. Ainda assim, as notas em forma de porcentagem já ajudam a esclarecer bem a chance de estarmos lidando com máquinas em vez de humanos.

Clique neste link para acessar o PegaBot.

Cupons de desconto TecMundo: