No mês passado, rumores ventilavam a possibilidade do Windows 10 S — a versão light do software com foco em estudantes e clientes corporativos — deixar de ser uma edição independente para ser apenas um modo do Windows 10 Home, do Windows 10 Pro e do Windows 10 Enterprise. Eis que um executivo da companhia confirmou que isso realmente vai acontecer.

Ao comentar relatórios sobre o sistemas operacionais eu uma publicação no Twitter, um jornalista da PC World observou a ausência do Windows 10 S. Joe Belfiore, vice-presidente corporativo do grupo de operações de sistemas da Microsoft, respondeu: “usamos o Win10S como uma opção para escolas e negócios que necessitam de versões com configurações mais baixas e desempenho garantido. No próximo ano, o 10S será um ‘modo’ entre as versões existentes, não uma versão distinta”.

Os boatos também indicam que todas as edições devem vir com o Windows 10 S e os que tiverem essa especificação de entrada poderão alternar para o Windows 10 Home sem custo adicional. Já o upgrade para o Windows 10 Pro custaria em torno de US$ 49 (R$ 158 na conversão direta). Vale destacar que a gigante de Redmond não confirma essa questão de preços e troca versões . É bem possível que ela traga novidades a respeito na conferência Build, que acontece entre os dias 7 e 9 de maio, em Seattle, nos Estados Unidos.

Cupons de desconto TecMundo: