Os dispositivos que utilizam o Android estão cada vez mais vulneráveis a sofrer com ataques cibernéticos. Segundo pesquisa realizada pela G Data, empresa fornecedora de soluções antivírus, a cada 10 segundos uma nova ameaça surge para o sistema operacional.

A análise é realizada trimestralmente pela empresa e, de acordo com ela, entre julho e outubro deste ano foram encontradas mais de 810 mil ameaças, 17% a mais que no anterior. A estimativa é de que até o começo de 2018 apareçam aproximadamente 3,5 milhões de malwares.

Malware

Os dispositivos mais vulneráveis são os que não possuem a última versão do sistema operacional (Android Oreo 8.0). A Google informou que apenas 18% dos usuários têm a versão 7.0, lançada há cerca de um ano. Segundo a companhia, as fabricantes deveriam reconsiderar a situação em que colocam seus clientes, e disponibilizar atualizações constantes para os aparelhos.

Android atualizado

As preferências dos ciberciminosos são as redes dos dispositivos, como WiFi (Krack), Bluetooth (Blueborne) e o próprio Android (Gooligan). Como as atualizações de segurança mais constantes acontecem nos dispositivos da Google (Nexus), os outros ficam sujeitos a sofrer por mais tempo.

A segurança nos dispositivos móveis deve ser tratada com muita seriedade, visto que eles, cada vez mais, fazem parte da nossa rotina. Mesmo que os aplicativos sejam atualizados constantemente, as fabricantes devem colaborar para que seus aparelhos sejam confiáveis. Você já sofreu com ataques em seus aparelhos? Deixe sua opinião nos comentários.

%MCEPASTEBIN%

Cupons de desconto TecMundo: