Em uma parte do mundo onde a superlotação é tamanha que ter mesmo um local para guardar as cinzas de seus familiares que já partiram chega a custar US$ 130 mil, manter a tradição confucionista de reverenciar seus antepassados tem se tornado cada vez mais difícil em Hong Kong. Uma empresa chamada iVeneration.com, porém, quer resolver isso com uma ajudinha da tecnologia.

Qual a ideia trazida por ela? Simples: trocar as lápides comuns por versões em realidade virtual.

Os mortos estão ocupando muito mais espaço do que os vivos, à medida que aqueles que estão enterrados usam esse pedaço de terra por muitos anos

A ideia, com isso, é não apenas reduzir o espaço ocupado com túmulos e lápides. Segundo a Reuters, uma das vantagens do serviço é sua capacidade de permitir que as pessoas visitem seus antepassados em cenários muito mais calmos e agradáveis. A exemplo disso, como você pode conferir na imagem no início da matéria, temos até mesmo um parque no centro de uma cidade.

"Os mortos estão ocupando muito mais espaço do que os vivos, à medida que aqueles que estão enterrados usam esse pedaço de terra por muitos anos", disse o CEO da empresa, Anthony Yau.

Embora ainda não tenha sido lançado oficialmente, o site iVeneration já atraiu 300 usuários. A expectativa, com isso, é de que o site seja disponibilizado ao público em 2018.

Cupons de desconto TecMundo: