A tecnologia de holograma da Samsung em uma tela presa à cabeça está quase pronto

Ao que tudo indica, no que depender de grandes empresas como a Samsung e a LG, o próximo passo no avanço da tecnologia de telas vai ser bem futurístico: poderemos ter visores que geram hologramas que podemos ver sem o auxílio de óculos especiais, usando apenas headsets. As duas companhias já trabalham em dispositivos capazes de gerar as imagens e a novidade pode chegar até o público nos próximos anos.

Enquanto que o objetivo principal é criar telas que exibam um holograma perfeito sem que o usuário tenha que usar nada, as empresas apostam inicialmente em headsets, que são capazes de lidar com uma quantidade menor de dados. “A tecnologia de holograma da Samsung em uma tela presa à cabeça está quase pronto”, disse uma fonte que está por dentro do assunto. “Mas a empresa está agora analisando se é o momento certo de revelá-la ao mercado para ter um retorno lucrativo”.

Equilíbrio na produção

O caminho para isso, porém, não é necessariamente simples. Para funcionarem de maneira eficaz, os hologramas vão precisar ter pelo menos quatro vezes mais pixels do que a tela do Galaxy Note 8, por exemplo, é capaz de exibir. A produção de telas desse tipo é complicada e pode até comprometer a produção normal dos dispositivos da empresa.

Na corrida para ver quem vai ter o primeiro smartphone capaz de mostrar hologramas, Samsung e LG são as grandes favoritas, mas outras empresas podem estrar na disputa e sair na frente. A tecnologia pode, inclusive, não aparecer de primeira exatamente em um celular, mas em algum dispositivo específico para isso, podendo ser usado desde como meio de comunicação até em museus, para exibir obras de arte de maneira diferente.

Cupons de desconto TecMundo: