Sabe aquela velha técnica de assinar a lista de chamada pelo colega que não foi à aula ou até responder por ele mudando um pouco o seu próprio tom de voz? Com um professor da Communications University of China isso não é possível por um simples motivo: ele utiliza técnicas de reconhecimento facial para evitar qualquer malandragem.

Para começar, o professor Shen Hao tirou uma foto de frente de cada um dos alunos, registrando os rostos em um banco de dados. Usando uma tecnologia da gigante chinesa Baidu, ele posiciona um tablet todos os dias na frente da mesa. Os estudantes então formam uma fila e posam para a câmera frontal até serem reconhecidos pelo sistema, registrando a presença. Tudo isso leva poucos segundos por pessoa.

Assim como em sistemas de aparelhos como o iPhone X, o app desenvolvido pelo próprio professor reconhece os alunos até mesmo sob uso de maquiagem pesada ou em mudanças de penteado. Hao cuida de seis disciplinas no local e disse ter trabalho para controlar os mais de 300 alunos.

Uma pessoa tirando uma foto.

Essa "chamada tecnológica" tem sido recebida de forma mista pelos alunos. Alguns acham que o sistema é conveniente, pois evita que ele precise fazer os registros manualmente, mas alguns alunos chineses estão torcendo para a moda não chegar em outros professores e colégios — provavelmente porque isso significa o fim de muitos esquemas.

Cupons de desconto TecMundo: