Você quer adicionar stickers às suas fotos, então procura por “sticker em fotos” na Play Store. Aí você instala um app e, quando vai usá-lo, sofre com travamentos constantes, os famosos crashes, que encerram o programa e obrigam o reinício do processo. No que depender da Google, esse cenário será cada vez mais incomum.

Isso porque a companhia atualizou o seu algoritmo de rankeamento da Play Store a fim de priorizar aplicativos que não “quebram” com frequência. Agora, além de quantidade de downloads, a relevância de um app será determinada também pela sua qualidade e pelo seu desempenho.

Aplicativos que funcionam corretamente serão melhores rankeados na Play Store

Para isso, o novo algoritmo utiliza índices recolhidos pela própria plataforma e ainda leva em conta as avaliações feitas pelos usuários. De acordo com a Google, metade das avaliações que dão apenas uma estrela para os aplicativos citam problemas de performance, assim, essa nova fase pode diminuir a audiência de aplicativos problemáticos e servir de incentivo para que os desenvolvedores melhorem as suas criações.

Criadores de aplicativos que desejam assegurar a qualidade de seus produtos podem utilizar o o Play Console, um conjunto de ferramentas capaz de identificar e resolver uma série de questões envolvendo a qualidade de uma aplicação.

“A Google Play se esforça para ajudar as pessoas a encontrarem e descobrirem aplicativos seguros, de qualidade, úteis e relevantes”, escreve o diretor de produto da loja de apps do Android Andrew Ahn. “Ao focar na qualidade e no desempenho do seu aplicativo, você vai ter mais sucesso na Google Play”, finaliza o executivo em sua mensagem aos desenvolvedores.

Cupons de desconto TecMundo: