A Apple foi processada no início deste ano nos EUA por estar supostamente forçando usuários dos iPhones 4 e 4s a atualizarem seus smartphones para o iOS 7. Isso porque na versão 6 do sistema mobile, o FaceTime não funciona mais. Essa aplicação é o recurso de vídeo-chamada mais popular entre usuários de aparelhos da Apple.

De fato, a Maçã fez uma atualização nas novas versões do iOS para que o FaceTime não usasse mais servidores de terceiros para efetuar ligações, uma vez que o aluguel dessa estrutura estava custando alguns milhões de dólares mensalmente. Como o iOS 6 não tem mais suporte, ele não recebeu mais atualizações com as mudanças no FaceTime para que as vídeo-chamadas fossem sempre direcionadas a servidores da própria Apple. Assim, o app ficou inoperante.

Muitas pessoaspreferem não atualizar temendo bugs e piora no desempenho

A acusação, entretanto, afirma que essa foi uma manobra da Apple para forçar os usuários a atualizarem seus smartphones para as novas versões do iOS. Muitas pessoas, entretanto, preferem não fazer isso temendo bugs e piora no desempenho, o que de fato acontece em algumas ocasiões.

Seja como for, a juíza responsável pelo caso negou ontem (31) uma moção da Apple para invalidar o processo. A alegação era de que, como o FaceTime é gratuito, os usuários não foram prejudicados financeiramente. A juíza entendeu, contudo, que o app é parte integrante do iPhone, pelo qual os consumidores pagaram no ato da compra. Com isso, a peleja judicial vai seguir.

Cupons de desconto TecMundo: