Apesar de tentarem sempre reproduzir o mundo real, as ferramentas digitais de imagem ainda pecam em alguns aspectos, como ao forçar os usuários a escolherem as tonalidades de sua criação separadamente, dentro de um espectro imenso. Alguns pesquisadores da Adobe e da Universidade de Toronto perceberam isso e estão reimaginando a funcionalidade mais básica: a paleta de cores.

Mesmo sendo possível criar uma infinidade de tons através de um gradiente, o acesso a nuances que variam de acordo com o que o artista está usando pode ser pouco intuitivo. Para que essa ação seja mais natural, a companhia americana decidiu se inspirar na vida real e criou o “Playful Palette” (Paleta “Lúdica”, em tradução literal).

Essa nova funcionalidade permite que o artista monte bolhas de tinta tendo como base a escala de cores escolhida pelo usuário. Enquanto você trabalha, cada “poça de tinta” é salva e se mistura com outras, criando possíveis tons para sua criação.

Segundo a equipe de criação, essa não é apenas uma ideia “diferentona” ou para deixar os programas de edição mais bonitos. A paleta reimaginada poderá oferecer mais suporte criativo do que as tradicionais.

A Adobe ainda não disse oficialmente se vai usar a “Playful Palette” em seus produtos, mas seu apoio ao projeto pode ser o indicativo de mudanças chegando.

Cupons de desconto TecMundo: