A Apple lançou nesta quarta-feira (19) uma pequena atualização para o iOS e levou o seu sistema mobile para a versão 10.3.3. Apesar ser um update simples, ele corrige um problema grave do iOS: uma brecha de segurança que permitia a cibercriminosos invadirem um iPhone ou iPad e controlarem os dispositivos à distância.

A falha de segurança não estava no iOS em si, mas sim nos chips WiFi BCM4354, BCM4358 e BCM4359, fabricados pela Broadcom e utilizados nos dispositivos da Maçã — vale lembrar que outras marcas, como Samsung e LG, também utilizam o mesmo tipo de componente. A correção, porém, fecha as portas e evita que invasores obtenham acesso ao sistema de forma ilegal.

Caso um ataque fosse bem sucedido, um criminoso poderia obter dados pessoais, informações de cartão de crédito e outas informações sensíveis. Então, para ficar seguro, basta ir às configurações do iOS e realizar a atualização o mais rápido possível. Importante ressaltar que a Google também já lançou uma correção deste problema para o Android, porém, o processo agora depende de cada fabricante disponibilizar a atualização para os seus clientes.