O Android é um sistema bastante robusto, mas, assim como qualquer software, ele está suscetível a possíveis erros decorrentes do uso prolongado ou mesmo do excesso de tranqueiras instaladas.

Se você é um usuário que costuma exagerar nos apps e na quantidade de dados, há chances de que o seu celular já tenha apresentado alguma baixa no desempenho ou tenha deixado você um tanto irritado com algum travamento impossível de resolver.

Essa questão da estabilidade depende muito do modelo, da versão do Android, da personalização, dos apps, do tempo de uso e de outros tantos fatores. Contudo, seja qual foi o motivo que levou seu robozinho a ficar esquisito, há algumas soluções que podem ajudá-lo a identificar o problema e tentar solucioná-lo, sem precisar de uma assistência.

Nos casos de apuro, o Android tem um recurso bem útil chamado “Modo de Segurança”. Nós já ensinamos como você pode ativar essa ferramenta, mas fica a dúvida sobre quais as vantagens de usar essa opção. Afinal, para que serve essa função? Em quais casos devo ativá-la?

O que é o Modo de Segurança?

É importante notar que, ao contrário do que o nome sugere, essa funcionalidade não serve para deixar o sistema mais seguro ou evitar vírus. A segurança mencionada nesse recurso visa garantir que os arquivos do sistema estejam protegidos e não sofram interferências externas de outros apps instalados.

Para entender melhor, vale uma analogia com ferramentas disponíveis em outros sistemas. O Windows conta com uma opção de mesmo nome, a qual serve para uma inicialização sem agentes de terceiros. Basicamente, nesse modo, o sistema da Microsoft carrega apenas os drivers básicos e ferramentas essenciais para o funcionamento.

O Modo de Segurança do Android funciona de maneira parecida. Nessa opção, o sistema carrega de forma muito mais rápida, pois desativa vários recursos. Na primeira inicialização, você poderá ver que a interface está levemente alterada, com vários ícones exibidos em tons de cinza.

Uma ferramenta para testes

Basicamente, qualquer programa de terceiros (incluindo Facebook, WhatsApp e companhia) está desativado e você não terá como executá-los. Além disso, uma marca d’água aparece sobre a interface informando que você está no Modo de Segurança, o que pode atrapalhar no uso geral, então nem adianta pensar em usar o celular nesse modo, pois vai ser complicado.

Todavia, como se trata de uma ferramenta para testes, as principais funções estão liberadas. Você pode realizar chamadas, enviar mensagens, usar o WiFi, utilizar as configurações do sistema e outros tantos recursos. Assim, para ter a certeza de que não há problema no celular, você pode usar tudo normalmente e conferir se a performance do aparelho volta ao normal.

O principal objetivo do Modo de Segurança é justamente oferecer uma forma de testar o sistema e ter a certeza de que o hardware e o software estão em bom funcionamento. De forma geral, se existe um erro e ele não se repete nesse modo, isso significa que o problema está em algum software e, consequentemente, uma formatação pode resolver seu problema.

Após utilizar esse recurso, você pode reiniciar o celular e voltar a usá-lo normalmente. É importante ressaltar que essa ferramenta não corrige qualquer problema, então você possivelmente terá de tomar outras medidas após testar seu aparelho no Modo de Segurança.

A ativação do Modo de Segurança costuma ser padrão, então basta seguir as dicas que apresentamos no artigo “Android: aprenda a ativar o Modo de Segurança em seu celular". No mais, desejamos boa sorte nessa odisseia pelo mundo do robozinho.

Cupons de desconto TecMundo: