Quando foi anunciado, o smartwatch TAG Heuer Connected parecia um item para poucos. Afinal, trata-se de um relógio inteligente com Android Wear que tem cara e preço de luxo: ele começou a ser vendido no início de novembro por nada menos que US$ 1,5 (ou R$ 5,6 mil).

Só que, para a felicidade da companhia responsável, a situação foi bem diferente. Segundo a Bloomberg, a empresa suíça vai aumentar a produção do modelo nos próximos meses por ter recebido uma enorme quantidade de pedidos do varejo, de agentes e de compradores interessados. Ao todo, mais de 100 mil unidades devem ser fabricadas e vendidas quase imediatamente. O produto é uma parceria da fabricante com a Google e a Intel.

O objetivo da TAG Heuer será produzir 2 mil peças por semana, ao contrário das 1,2 mil atualmente em fabricação no mesmo período. Vendas online do modelo serão suspensas até a metade do ano que vem para que as lojas físicas também tenham a oportunidade de disponibilizar o relógio.

Os ricaços que não conseguiram adquirir um dos modelos podem ficar tranquilos: o sucesso já motivou a empresa a pensar em uma coleção inteira de smartwatches com diferentes formatos e materiais — com ouro e diamante muito provavelmente compondo alguns dos integrantes dessa família de luxo. O lançamento está marcado para fim de 2016 ou início de 2017.

Cupons de desconto TecMundo: