Os relógios inteligentes estão se tornando grandes parceiros de algumas pessoas. Porém, todos eles vêm com um padrão pré-definido, cenário que promete mudar com o lançamento do Blocks – que, de acordo com seus criadores, será o primeiro acessório do gênero a permitir que o usuário escolha as peças que quer usar. 

A página do produto no Kickstarter informa que os donos do item vão poder recorrer a cinco módulos, como bateria extra, GPS, NFC (para realizar pagamentos), medidor de batimentos cardíacos e aventura (que mede temperatura, pressão e altitude). Para isso, a empresa responsável pelo relógio fez parcerias com grandes empresas de tecnologia, como a Compal Electronics.

 “Você precisaria comprar um smartwatch a cada ano para continuar acompanhando a evolução da tecnologia. Isso é o contrário do que os relógios costumavam ser. [O] Blocks supera outros relógios inteligentes por ser atemporal. Você pode melhorar o seu relógio adicionando novas opções, módulo por módulo, conforme eles são disponibilizados”, explicou Alireza Tahmaseb, que integra o grupo dos fundadores da empresa responsável pelo relógio inteligente. 

Outro detalhe mencionado é que o desenvolvimento das partes principais já foi feita, bem como o design dos módulos (eles ainda estão no estágio de protótipo, e as partes que serão usadas em cada um deles ainda precisam ser produzidas e testadas) e a seleção dos componentes. As otimizações do Android também estão praticamente feitas – e isso só foi possível graças a uma parceria feita com uma empresa que conta com vários engenheiros que trabalharam na Google.

Valores e lançamento 

Caso tenha se interessado pela ideia, saiba que é preciso fazer uma doação de US$ 195 (sem taxas ou impostos, o equivalente a aproximadamente R$ 745) para garantir uma unidade na versão mais básica e sem módulos. Outras categorias já atingiram o limite de ofertas, e o pacote mais barato que traz alguns módulos é o de US$ 285 (que equivale a cerca de R$ 1.089). 

Quanto ao prazo de entrega, está nos planos começar a enviar os relógios inteligentes a partir de maio de 2016. A meta da empresa era obter US$ 250 mil com a campanha para o desenvolvimento do acessório, mas no momento em que essa notícia foi publicada esse valor era um pouco maior que US$ 618 mil. 

Caso esteja interessado no produto, basta acessar esta página para realizar a doação. Vale lembrar, isso só será possível até o dia 19 de novembro.

O que você acha da ideia de personalizar o seu relógio inteligente? Isso é algo que pode dar certo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: