Com o ritmo acelerado de produção de novidades no mercado de tecnologia, muitas vezes é inevitável a sensação de mais do mesmo, com cada produto mudando muito pouco com relação ao que pode ser visto em outros do mesmo tipo. E isso não é menos verdade com relação aos wearables, com poucos smartwatchs que realmente se destacam dos demais.

Virando essas expectativas de cabeça para baixo, o Neptune Suite é um projeto de relógio inteligente que está buscando financiamento por meio do Indiegogo e tem o nada singelo objetivo de “redefinir a computação”. A ideia é que a novidade funcione diferentemente dos outros smartwatchs, que precisam ser pareados com outros gadgets mais poderosos.

O cérebro e os membros

O componente central do pacote é o Neptune Hub, que age como um computador independente capaz de oferecer recursos e compartilhar seu poder com acessórios compatíveis, que então se tornam smartphones e tablets. A peça principal da Suite conta com uma tela touch de 2,4 polegadas, processador quad-core de 1,8 GHz, 64 GB de armazenamento e conectividade via 3G, LTE com nano SIM, WiFi, GPS, Bluetooth e NFC.

O brilho do projeto aparece, no entanto, quando ele é pareado com os demais acessórios próprios, que compõem a Suite. Um exemplo é o Pocket, uma tela HD (720p) de 5 polegadas que se transforma em um smartphone totalmente funcional quando em proximidade com o Hub, contando até mesmo com uma câmera frontal de 2 MP e uma traseira de 8 MP com flash LED.

Outro acessório com similar é o Tab, um display Full HD (1080p) de 10 polegadas que age como um tablet quando pareado ao Hub e conta até mesmo com uma câmera frontal capaz de produzir vídeos em alta resolução (720p). Somando a isso estão o Dongle, que transforma sua TV em uma monitor para o Hub; o Keys, um teclado físico; e o Headset, que funciona como fone de ouvido sem fios e carregador para até 3 partes da Suite simultaneamente.

Vida compartilhada

O Hub virá rodando o Android 5.0 Lollipop de fábrica e dividirá esse mesmo sistema com seus acessórios, oferecendo uma experiência consistente para os usuários do pacote. Com relação à vida útil da bateria, os criadores afirmam que a pequena tela do componente central faz com que suas reservas de 1 mil mAh sejam mais que o suficiente, enquanto o Pocket e o Tab contam com respectivamente 2.800 e 7 mil mAh próprios, respectivamente.

Como o smartphone e o tablet não contêm componentes próprios de processamento de conectividade, exceto pelos necessários para que se comuniquem com a peça central, o consume de energia dos acessórios se torna bastante reduzido. Além disso, eles podem servir como reservas de bateria para o Hub, recarregando-o quando necessário.

O lançamento oficial está previsto para fevereiro de 2016, quando o Neptune Suite deve ser comercializado por cerca de US$ 899 (aproximadamente R$ 2.950). Aqueles que fizerem sua contribuição para a campanha de financiamento, no entanto, podem economizar entre US$ 150 e US$ 300 (em torno de R$ 492 e R$ 984), dependendo da faixa de sua preferência. Com uma meta original de US$ 100 mil, o projeto já levantou mais de R$ 870 mil em 3 dias.

Cupons de desconto TecMundo: