Muito sobre o que a Apple produz pode ser discutido, especialmente no que diz respeito ao preço de alguns produtos vendidos pela marca. Contudo, o que não há como negar é que a empresa realmente conseguiu criar uma identidade em seus produtos nos últimos anos difícil de comparar com a de qualquer outra empresa de tecnologia da atualidade. O design de produto da Maçã realmente é extremamente bem pensado e projetado, e um dos primeiros responsáveis por isso foi Hartmut Esslinger, que se juntou à empresa em 1982.

A convite de Steve Jobs, Esslinger começou a “criar produtos que as pessoas amariam usar”, o que se tornou praticamente o mantra em Cupertino para a criação de quase tudo o que a empresa produz. Agora, muitos anos depois de ter deixado a Maçã, Esslinger não compartilha mais tanto da filosofia atual da Apple.

Em entrevista à revista Forbes, ele disse que “smartwatches são estúpidos” — sendo que essa é uma nova categoria de produtos na qual a Apple deve entrar até o fim de outubro. Isso se os rumores do iWatch estiverem corretos. O artigo da revista ainda trazia vários outros nomes de peso falando sobre inutilidade desse tipo de aparelho.

Eles mostram o que você não precisa saber

Esslinger não vê muito sentido em utilizar smartwatches porque, para ele, esses aparelhos não têm real utilidade ou algo que justifique o uso deles no pulso de qualquer pessoa. “Por que eu usaria um eletrônico barato em meu pulso como símbolo de emoção?”. Ele acredita que esse tipo de dispositivo apenas fornece informações aos usuários que eles não precisam saber, por isso não há motivos para usá-los.

É interessante notar que, na época do lançamento dos primeiros smartphones realmente versáteis como os que conhecemos hoje, com Android, WP e iOS, havia muita conversa nessa linha, questionando a utilidade desse tipo de gadget. O que aconteceu nos anos seguintes foi uma expansão das utilidades  deles, o que os tornou mais atraentes ao público com o passar do tempo.

Fora isso, apesar não serem ainda tão populares, alguns smartwatches estão vendendo consideravelmente bem. A linha Gear da Samsung teve 800 mil unidades vendidas aos distribuidores no ano passado e espera-se que a segunda geração desses aparelhos bata a marca de 1 milhão de unidades vendidas em 2014. Isso falando apenas de uma fabricante. Portanto, é difícil ignorar esses números.

Cupons de desconto TecMundo: