A Fitbit anunciou nesta terça-feira (10) a compra da Vector, startup especializada na construção de smartwatches. A companhia se tornou conhecida em 2015 ao apresentar um acessório com design clássico, recursos de registro de exercícios e uma bateria capaz de providenciar 30 dias de uso em uma única recarga.

Infelizmente, a aquisição significa o fim da Vector como a conhecemos: todas as tecnologias e soluções de software criadas por ela vão ser incorporadas à linha principal da Fitbit. Isso quer dizer o fim da marca, que não vai mais produzir nenhum item de forma independente.

Essa é a segunda grande aquisição recente da Fitbit, que adquiriu sua antiga rival Pebble no final de 2016. Ao que tudo indica, as compras devem resultar no lançamento de um novo relógio de baixo consumo, algo que não é exatamente a especialidade da companhia no momento atual.

Cupons de desconto TecMundo: