Desde a última quinta-feira, uma ferramenta maliciosa para o Skype está circulando pela internet. O aplicativo permite que qualquer pessoa consiga identificar o IP de outros usuários, mesmo que não tenha a vítima adicionada em sua lista de contatos – e caso ela não esteja online, o último IP conhecido é o que será mostrado para o ofensor.

Segundo o Computer World, investigações acerca da origem do software malicioso já estão em andamento. Até o momento, não foram relatados problemas diretamente ligados à ferramenta hacker, mas, para evitar qualquer dano aos seus clientes, os desenvolvedores do Skype estão trabalhando em uma forma de neutralizar a ameaça.

O sistema utilizado pelo Skype é baseado em peer-to-peer, sendo dessa forma o controle e roteamento do tráfego de dados. Por outro lado, a encriptação de tudo é realizada por um código proprietário, que não está aberto para nenhuma análise de terceiros. Por essa razão, os desenvolvedores do Skype afirmam estar trabalhando com agilidade para identificar a origem do problema – não descartando vazamentos internos.

Fonte: Computer World

Cupons de desconto TecMundo: