Não é novidade para ninguém que várias companhias se inspiram na Apple para conceber seus produtos. Muitas imitam o design do iPhone, do iPod, do iPad, do MacBook, do iMac e agora até do Mac OS. Porém, a parte curiosa sobre a cópia do sistema operacional da Maçã não é o software em si, mas quem o desenvolveu: o governo da Coreia do Norte.

O Red Star, nome dado a esse SO baseado em Linux e KDE, já fez uma breve aparição aqui no TecMundo há muito tempo em uma matéria em que mostramos as maiores bizarrices e curiosidades da internet daquele país. Naquela época, o sistema operacional era inspirado no Windows 7 e agora, na sua mais nova atualização, recebeu uma repaginada com a cara do Mac OS.

Para download

A versão 3.0 do sistema já havia aparecido antes na internet, mas o interessante é que agora qualquer pessoa pode experimentá-la. O programa foi disponibilizado através do protocolo BitTorrent neste site, possui 2,6 GB e sua fonte é totalmente desconhecida. Nem é preciso mencionar o cuidado necessário para manusear esses arquivos.

Observando as imagens inseridas nesta matéria, é possível perceber claramente a tentativa de imitar vários aspectos do Mac OS. Além de toda a interface, o SO também traz um navegador com cara de “Safari”, mas que na verdade é baseado no Firefox. Seu nome, bastante curioso, é “Naenara” que em coreano significa “meu país”.

Muita cautela

Como mencionamos, caso você sinta uma vontade incontrolável de testar esse software, sugerimos reforçar todas as medidas de segurança possíveis. A utilização de uma máquina virtual é extremamente recomendável e não inserir informações pessoais (mesmo no idioma coreano) não é nem um pouco recomendável.

Além disso, os arquivos em si também podem ser perigosos. Um cuidado nesse sentido, com a ajuda do seu antivírus, pode ajudar, mas não fará milagres caso a ameaça seja realmente potente. Portanto, muita cautela ao lidar com essa imitação do Mac OS.

Cupons de desconto TecMundo: