(Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Em 27 de Julho de 1981, a Microsoft adquiriu o sistema operacional ao qual nomeou de MS-DOS. Anteriormente conhecido como QDOS ou 86-DOS, ele foi comprado pela Microsoft pela quantia de US$ 50 mil de uma empresa chamada Seattle Computer Products, que na época tinha como o seu proprietário Rod Brock.

O QDOS, do inglês “Quick and Dirty Operating System”, refletia as limitações do próprio sistema: uma forma simples de operar na linguagem dos processadores 8086. Ele foi escrito por Tim Paterson, que passou a integrar a Seattle Computer Products em Abril de 1980.

Em um primeiro momento, o acordo era de metade do preço (US$ 25 mil). Entretanto, o valor não garantia os direitos totais sobre o sistema (somente a licença de uso), o que para ser obtido elevou a soma para US$ 50 mil. Após a aquisição, o SO ele teve o seu nome alterado para MS-DOS no mesmo dia.

O MS-DOS foi adquirido devido à necessidade da Microsoft em atender ao pedido de um sistema operacional feito pela IBM na ocasião. Ele foi licenciado para ao IBM (para a utilização no IBM PC) ainda no ano de 1981 e se tornou o sistema de base para a maioria dos computadores pessoais (iniciando a popularidade do SO).

O sistema continuou em aprimoramento pela Microsoft, recebendo várias versões. Quando houve o lançamento do Windows, em 1985, a empresa permaneceu oferecendo suporte ao MS-DOS, bem como atualizações para o sistema. A partir desse momento, as novas cópias do MS-DOS passaram a ser parte integrante do Windows (que se tornou ainda mais popular).

Cupons de desconto TecMundo: