Siri: culpado ou inocente? (Fonte da imagem: Divulgação/Apple)

A ferramenta Siri, assistente pessoal do iPhone 4S que funciona via controle de voz, fazia de tudo nos produtos publicitários da Apple: localizava restaurantes, cifras de música, números de telefone e várias outras coisas. Mas um homem não conseguiu reproduzir isso em seu telefone – e resolveu tomar atitudes drásticas para mostrar sua insatisfação.

De acordo com o The Wall Street Journal, o norte-americano Frank Fazio, que tem o aparelho desde novembro, está processando a Apple por propaganda enganosa da tecnologia. Para ele, o desempenho da ferramenta não chega nem perto do que foi mostrado em vídeo – ela não seria capaz de identificar vários dos pedidos do rapaz ou demoraria a agir e, quando mostrava algo, era uma resposta incorreta.

O processo não especifica que tipo de dano esses problemas teriam causado ao consumidor, nem qual seria o pagamento necessário por parte da empresa. A Apple se recusou a comentar o fato.

Cupons de desconto TecMundo: