A assistente digital dos iPhones, a Siri, está começando a aprender um novo idioma. Na verdade, é mais um dialeto chinês que se fala em Xangai e em suas redondezas. Podemos chamar essa língua de xangainês, mas ela não tem um status oficial reconhecido internacionalmente. Mesmo assim, a Apple resolveu adicionar o idioma, uma vez que é falado por muita gente, e a China é um dos mercados mais importantes para a marca. Mas você já parou para pensar em como uma assistente digital “aprende” uma nova língua?

O líder da equipe que trabalha na adaptação da Siri para novos idiomas, Alex Acera, conversou com a Reuters e explicou mais ou menos como o processo de inclusão de um novo idioma é feito.

Pessoas lendo

Para começar, a empresa convida várias pessoas para ler segmentos de texto e grava tudo isso para alimentar a Siri. Essas passagens são então transcritas para a assistente saber exatamente o que foi dito. O procedimento é feito com uma série de sotaques para que ela consiga compreender várias formas de falar as mesmas palavras. A empresa ainda captura uma série de sons específicos reproduzidos por diversas vozes.

O procedimento é feito com uma série de sotaques para que a assistente consiga compreender várias formas de falar as mesmas palavras

Com isso, a Apple começa a construir um “modo de ditado”, que é basicamente a ferramenta que traduz texto para fala, já na nova língua. Quando os usuários fazem buscas por voz, a Apple grava pequenos segmentos do áudio de forma a torná-los anônimos e manda para seus especialistas transcreverem as palavras, que são em seguida alimentadas para o sistema. É interessante comentar que essa fase leva sempre em consideração o barulho do ambiente, que deve ser filtrado pela Siri quando ela está em ação.

Segundo Acera, esse procedimento com humanos ajuda a diminuir a taxa de interpretações erradas da Siri pela metade e, por isso, a empresa ainda não automatizou o procedimento por completo. Ainda assim, esse procedimento não é escalável, sendo um dos pontos fracos da assistente até hoje.

Uma voz

Depois que uma quantidade suficiente de dados é coletada, uma pessoa é escolhida para ser a voz da Siri na nova língua, e a assistente é lançada já com uma programação de respostas “pré-prontas” para as perguntas que a Apple acredita serem as mais comuns naquele idioma. Depois que chega aos usuários finais, a Siri começa a aprender mais detalhes da língua ao passo que interage com as pessoas e vai sendo atualizada com as novidades a cada duas semanas.

Atualmente, a assistente da Apple conta com 21 idiomas diferentes em seu sistema e está disponível em 36 países.

Cupons de desconto TecMundo: