Parece brincadeira, mas um dos recursos mais cobiçados pelos usuários de computadores pode estar facilitando a vida dos invasores de contas alheias. Isso mesmo, as placas de vídeo mais modernas do mercado parecem estar sendo utilizadas para ações muito mais obscuras do que rodar jogos e vídeos.

Entender isso é um pouco complicado, mas não é nada impossível. O que está sendo feito é a utilização dos potentes processadores gráficos para acelerar os processos de decodificação das senhas. Algo parecido já havia acontecido alguns anos atrás, quando crackers descobriram maneiras de utilizar placas NVIDIA para invadir redes Wi-Fi.

Há algum tempo, senhas curtas levavam muito tempo para serem descobertas, fruto dos processadores lentos que demoravam para conseguir descobrir todos os caracteres utilizados pelos usuários na hora de criar as senhas. O problema é que hoje em dia os computadores estão muito mais avançados e velozes, até mesmo para isso.

Placas gráficas usadas para o mal

Divulgação/NVidia/ATI

As dicas passadas por especialistas no assunto dizem que o melhor tipo de senhas para usuários domésticos é composto por códigos que mesclam números, letras e caracteres especiais. Mas se você está pensando em criar senhas com centenas de caracteres, saiba que não é preciso tanto. Senhas de pelo menos 12 caracteres já começam a ser suficientes.

Outra dica importante é: não utilize a mesma senha para emails pessoais e redes sociais. As redes sociais são muito mais visadas pelos invasores e, por isso, abrem portas muito facilmente para invasões de outras contas.

Cupons de desconto TecMundo: