Alguns meses atrás, uma grande quantidade de usuários cadastrados no serviço Ashley Madison tiveram seus dados roubados após uma invasão de crackers. Com a ação, muitos tiveram suas informações vazadas e foram expostos publicamente — lembrando que o Ashley Madison é um serviço de encontros para pessoas casadas e promete sigilo na reunião de pessoas.

Agora, a situação está se mostrando ainda mais complicada. De acordo com o especialista em segurança Graham Cluley, os crackers que conseguiram acesso aos dados estão enviando cartas para os usuários com ameaças e tentativas de extorsão. Nas mensagens, eles pedem grandes quantias de dinheiro para não revelar os dados publicamente.

O que intriga os especialistas é o fato de as ameaças estarem sendo feitas por cartas. Apesar de isso ser um aviso dos criminosos — que deixam claro ter informações concretas sobre endereço, nome e outros dados das vítimas —, cartas físicas são muito mais aceitas como provas de tentativa de extorsão em tribunais.

Cluley alerta: "não paguem aos criminosos". Ele diz isso afirmando que há poucas chances de os vazamentos realmente acontecerem — uma vez que eles não ganhariam nada com isso —, sendo que eles devem estar apenas "tentando a sorte" para ganhar dinheiro com o crime.

O que você achou do vazamento do site Ashley Madison? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: