Câmeras de segurança podem ter seu poder ampliado

Sorria, você está sendo filmado. Pode parecer estranho, mas basta uma imagem sua para que um sistema possa identificar quem é você e onde você está neste exato momento. Essa é a proposta do novo sistema de rastreamento que está em desenvolvimento nas universidades de Buffalo, nos EUA, e Amrita, na Índia.

A ideia do novo software é utilizar elementos de lógica para identificação dos usuários, não sendo mais necessário dispor de câmeras com tecnologia de ponta para colocar o recurso em funcionamento.

O funcionamento, em tese, parece simples. O sistema teria armazenada uma fotografia do usuário na memória. Ao reconhecer a imagem em movimento por meio da câmera, o software faz uma comparação com as imagens disponíveis no banco de dados, inclusive levando em consideração variações de ângulo e iluminação.

Utilizando o processo de eliminação, o resultado obtido é fornecido a partir da localização. Assim, se o sistema fica em dúvida entre dois usuários, vai buscar a localização do outro para tirar a prova, podendo, assim, atribuir apenas um resultado preciso. A única falha, por enquanto, é no caso de gêmeos.

O aplicativo segue em testes de aperfeiçoamento e ainda não tem previsão de entrar no mercado em escala comercial. Contudo, a proposta principal é que ele permita que mesmo as câmeras de segurança mais baratas se tornem complementos eficientes de vigilância.

Cupons de desconto TecMundo: