Seguindo basicamente a mesma linha de segurança do Blackphone original, o Blackphone 2 acaba de ser lançado comercialmente no mercado. O dispositivo trouxe especificações de top de linha e, como era de se esperar, tem uma versão do Android Lollipop completamente focada em segurança, dando ao usuário controle total sobre o compartilhamento de informações através de apps.

Vale destacar ainda que o Blackphone conta com criptografia completa para manter os dados do usuário longe das mãos de “espiões”, permitindo inclusive realizar chamadas de voz com criptografia ponto a ponto. Ou seja, mesmo que alguém consiga se infiltrar na rede da operadora e grampear uma ligação, não seria possível entender nada.

Para completar, a Silent Circle, fabricante do produto, promete resolver qualquer problema de segurança em seu software em até 72 horas depois de descoberto. Uma promessa que deve agradar muito a grandes corporações e políticos de altos cargos. Com tudo isso, esse modelo seria praticamente o "smartphone mais seguro do mundo".

Software e hardware "básicos"

O design do Blackphone 2 continua bem básico, sendo constituído basicamente de um bloco preto acabado em plástico e vidro. Ainda assim, ele é bem agradável aos olhos, apesar de não ter qualquer linha chamativa. Mesmo assim, ele se destaca no visual do seu software, aparentemente bem personalizado.

A empresa diz ainda que só embarca no seu Android ou, Silent OS, o básico, sem crapware e coisas do tipo. Não há também qualquer personalização de operadoras, já que o smartphone só é vendido diretamente da fabricante e desbloqueado.

Especificações técnicas

  • Processador: Qualcomm Snapdragon octa-core (810?)
  • RAM: 3 GB
  • Armazenamento: 32 GB + espaço para micro SD de até 128 GB
  • Tela: 5,5’’ Full HD com proteção Gorilla Glass
  • Câmeras: 13 MP traseira com estabilização óptica e 5 MP frontal
  • Bateria: 3.060 mAh com Qualcomm Quick Charge 2.0

O dispositivo tem ainda vários recursos de software para tornar o uso mais conveniente, como a possibilidade de criar vários perfis, ou smartphones virtuais, para trabalho ou atividades pessoais, que mantém informações completamente isoladas uma das outras.

Por fim, o preço do aparelho é bem salgado, US$ 799 sem impostos (R$ 3.200 na cotação atual) e, aparentemente, só está sendo vendido nos países da América do Norte. Não há informações sobre uma disponibilização em mais regiões do globo.

Cupons de desconto TecMundo: