Fato: com o crescimento da Internet das Coisas, a tendência é que os produtos a nossa volta fiquem cada vez mais inteligentes. As smart TVs são um dos melhores exemplos para comprovar essa constatação, sendo que hoje elas são capazes de reconhecer com facilidade comandos de voz e executar uma série de ações que antes eram exclusividade de smartphones, tablets e computadores. Porém, essa suposta inteligência pode ter um preço alto para a nossa segurança.

Segundo o site The Daily Beast pode constatar no documento de Política de Privacidade da Samsung, os televisores inteligentes da sul-coreana podem ouvir as nossas conversas e compartilhá-las com outras empresas. “Por favor, esteja ciente de que, mesmo que as suas palavras ditas incluam informações pessoais ou confidenciais, a informação estará entre os dados capturados e transmitidos para terceiros”, lê-se no documento.

"Psh! As smart TVs estão ouvindo nossas conversas".

Por que a Samsung faz isso?

A julgar pelo teor do restante do documento, a sul-coreana utiliza esses dados para aprimorar o desempenho de seus televisores. “Parece que eles estão usando um serviço de terceiros para converter voz para texto”, disse Corynne McSherry, diretor da Electronic Frontier Foundation, empresa que luta pelos direitos civis e liberdade na internet.

Porém, apesar da aparente boa inteção, McSherry alerta: “Se eu fosse um cliente, eu gostaria de saber quem são esses terceiros, e eu definitivamente gostaria de saber se as minhas palavras foram transmitidas através de um método seguro”. Se a transmissão não for criptografada, um hacker mal intencionado com muita habilidade pode transformar a sua televisão em um “ouvido” para escutar informações preciosas.

Agora, até as TVs têm ouvidos.

O que a Samsung diz?

“A Samsung leva a privacidade dos consumidores muito a sério. Todas as nossas smart TVs contam com padrões garantidos no setor de segurança e práticas do segmento, incluindo a criptografa de dados, para proteger as informações pessoais dos consumidores e evitar a coleta ou uso não autorizado”, disse a empresa em comunicado oficial ao The Daily Beast.

“O reconhecimento de voz que permite aos usuários controlar a TV usando comandos de voz é uma característica da smart TVs da Samsung que pode ser ativado ou desativado pelos consumidores”, lembra a sul-coreana. “O proprietário da TV também pode desconectar o aparelho da rede WiFi”.

.....

Mesmo com o pronunciamento oficial e com os lembretes da Samsung sobre o assunto, uma dúvida ainda permeia a nossa mente: será que todas as palavras ditas para a smart TVs da sul-coreana (e muitas outras marcas) estão em boas mãos? Uma coisa é certa: não adianta entrar em desespero e se você realmente estier preocupado com essa questão, desabilite o reconhecimento de voz e desconecte a sua smart TV da rede WiFi.

Cupons de desconto TecMundo: