As férias estão aí, e as ameação também!

O período mais esperado do ano chegou: as férias. Enquanto a maioria das pessoas deixa o trabalho de lado e procura se divertir, os crackers entram em ação para roubar informações sigilosas e acabar com o descanso dos desatentos.

Se você planeja viajar e não quer correr o risco de ter uma enorme dor de cabeça no trajeto de volta, acompanhe este artigo e intere-se das dicas mais eficientes para evitar que seus dados pessoais sejam usurpados por pessoas mal-intencionadas.

Enquanto alguns descansam...

Segundo um estudo realizado em 24 países pela SpiderLabs, conceituado laboratório de segurança informacional da Trustwave, a hotelaria é o segmento de mercado mais sujeito a ação de crackers, os quais roubam dados sigilosos dos hóspedes e praticam atividades criminosas com cartões de crédito.

O levantamento considerou 218 empresas das mais variadas áreas. Os testes de invasão a que as organizações foram submetidas apontaram que os hotéis têm 38% de vulnerabilidade a ataques digitais.

Para o diretor da Trustwave na América Latina, Jarret Benavidez, o grande responsável por esta taxa é a realização de reservas feitas por endereço de e-mail comum informando dados sigilosos dos hóspedes.

Assaltos virtuais crescem em todo o mundo.

Outro dado relevante informado na pesquisa é que os criminosos utilizam as redes Wi-Fi para se apoderar de informações de notebooks e conexões Bluetooth para acessar de maneira sorrateira smartphones, tablets e qualquer outro equipamento que possua suporte a esta tecnologia.

Neste período de férias, os hotéis ficam cheios e a necessidade ou desejo de acessar redes sociais, contas de e-mail, sites e blogs prediletos multiplicam as chances dos usuários terem suas informações roubadas. O simples fato de conectar seu laptop ou celular inteligente à rede sem fio do local onde está hospedado pode custar caro!

Pontos de acesso públicos

Todo cuidado é pouco ao acessar a internet por meio de pontos de acesso públicos, como lan-houses, cybercafés e telecentros. Pretende passar em um estabelecimento destes para naevgar pela web? Os princípios mais importantes que você deve ter em mente são:

  • Jamais acesse seu Internet Banking;
  • Não realize compras online;
  • Nunca informe dados pessoais sem que haja necessidades emergenciais;
  • Em nenhuma hipótese salve as senhas dos serviços e sites acessados;
  • Realize o logout de todas as páginas que exigiram credenciamento;
  • Evite clicar em links e páginas presentes no histórico da máquina, digite o endereço completo do site desejado na Barra de endereço do navegador; e
  • Limpe o histórico do browser, apague os caches e exclua os cookies das páginas acessadas.

Acesse o artigo “Os 10 mandamentos para quem usa computadores públicos” para conferir mais informações e dicas que asseguram a integridade dos seus dados.

Preste atenção para não ser infectado em computadores públicos.

A ameaça que vem pelo ar

Conforme explicitado no estudo acima citado, os criminosos virtuais usufruem frequentemente das redes sem fio para "afanar" dados sigilosos e praticar ações ilícitas. Caso seu computador portátil, tablet ou smartphone tenha conectividade com este tipo de rede, é preciso permanecer com a atenção redobrada.

Manter antivírus e firewall instalados e atualizar constantemente o sistema operacional do eletrônico são passos simples que podem evitar a ação de pessoas mal-intencionadas. Evite, também, conectar-se a redes abertas – aquelas que não possuem qualquer tipo de restrição de acesso. Prefira andar um pouco mais e encontrar uma VPN (“Virtual Private Network” ou Rede Virtual Privada).

Cuidado dobrado ao acessar redes sem fio.

Acompanhe em “Tome cuidado com as redes sem fio públicas” e “Cuidados para acessar hotspots Wi-Fi com segurança” tudo que você precisa saber para surfar pela internet por meio de redes Wi-Fi sem qualquer preocupação.

Mas que conta é essa?

O cartão de pagamento é um dos itens indispensáveis na carteira de muitas pessoas. A facilidade e praticidade de pagamento proporcionada por esses “pedaços de plástico” fez a cabeça da maior parte da população.

O que por um lado aumenta nossa segurança ao evitar que andemos com grandes quantias de dinheiro no bolso, acabou abrindo brechas para que crackers adquirissem dados bancários dos usuários. As duas maneiras mais comuns de ataque são por meio de mensagens eletrônicas, denominadas Bankers, e clonagem do cartão.

Clonagem de cartões é motivo de dor de cabeça para muitos usuários.

Evite ter a surpresa de encontrar uma conta desconhecida na fatura do seu cartão de crédito seguindo os passos abaixo:

  • Abra o olho para todo e-mail que contenha links e arquivos para download desconhecidos;
  • Faça transações bancárias virtuais somente pelo serviço oficial do seu banco;
  • Mantenha o SO e antivírus atualizados e com o módulo de rastreamento web operando, pois até mesmo sites legítimos podem conter malwares;
  • Utilize mecanismos de segurança do seu navegador, como navegação privada e limpeza de cache e cookies;
  • Ao digitar senhas e dados sigilosos, utilize o teclado virtual do Windows;
  • Se disponível, solicite um cartão de pagamento com chip de segurança para o gerente do seu banco.

.....

Agora é hora de arrumar as malas, pôr em prática tudo o que você aprendeu e curtir suas férias a valer. O Baixaki preparou um apanhado de dicas para que as pessoas não caíssem em golpes ao comprar presentes de Natal pela internet, mas as sugestões valem para qualquer época do ano. Leia e assimile mais conhecimentos de como proteger-se contra ameaças digitais.

Não dê bobeira, fique antenado com as informações de segurança que o Baixaki elabora para seus usuários não caírem nas armadilhas virtuais!

Cupons de desconto TecMundo: