Ontem, o TecMundo publicou um alerta da ESET que comentava sobre a proliferação de malvertising na web, um tipo de malware que se propaga via anúncios em páginas da internet. Hoje, a Malwarebytes apresentou um relatório dizendo ter identificado um dos principais ataques desse tipo que estavam ocorrendo. O malware em questão se chama “Zemot”.

Esse malware estava infiltrado em anúncios do Google e da Zedo, outra empresa que atua de forma similar vendendo propaganda para sites globalmente. Eles foram percebidos em sites de jornais famosos de Israel e, por isso, pesquisadores da Malwarebytes conseguiram identificar a ameaça. A Google se pronunciou quanto ao caso e disse que já está trabalhando para resolver o problema.

O alvo é o Windows XP

O Zemot foi desenvolvido para atacar especificamente máquinas que rodam o Windows XP, por serem mais vulneráveis e não contarem com suporte da Microsoft. Apesar disso, é possível que o malware consiga se infiltrar em computadores com versões mais modernas do Windows e também naqueles que utilizam outras plataformas.

A finalidade do Zemot é identificar informações sobre o computador dos usuários e, com isso, explorar suas fraquezas a partir de um malware adicional, que pode ter diversas aplicações criminosas.

Cupons de desconto TecMundo: